URUPREV em destaque na Câmara

        O funcionamento da Uruguaiana Previdência Social (URUPREV) foi tratado na reunião de Câmara Municipal desta quinta-feira, dia 16 de maio de 2019. A presidente do Conselho Previdenciário, Andrea do Canto utilizou o espaço da tribuna livre.

        Na ocasião foi relatado o trabalho realizado periodicamente pelo órgão e declarada a identificação de inúmeras irregularidades quanto à URUPREV. Entre o destacado esteve a inconsistência de dados cadastrais para os cálculos previdenciários exatos, as alterações necessárias para a Lei não terem sido encaminhadas ainda ao Poder Legislativo, a falta de perito previdenciário para licenças e o pagamento de local destinado à autarquia no valor de R$ 3.400,00 sem ocupação.

         “Todos devem preocuparem-se por que não tinge somente servidores, mas a cidade como um todo. No momento que a URUPREV não conseguir custear-se, quem arca é a prefeitura. Começamos com déficit de 132 milhões de reais e não temos um funcionamento independente como deve ser uma autarquia”, considerou.

       O presidente da URUPREV, Ricardo San Pedro, participou da reunião através de requerimento de autoria do vereador Carlos Delgado (P). O contraponto às manifestações foi apresentado. A autoridade declarou que há empenho da administração e servidores envolvidos para o pleno funcionamento da URUPREV, negando irregularidades.

          “Ações dessa magnitude levam tempo até estabilizar-se. Até o final do ano será possível cumprimos o limite de gastos com pessoal e nomearemos a diretoria definitiva e de forma exclusiva. A nossa lei é baseada na legislação federal e toda a documentação que nos certifica como instituição. Os encaminhamentos para peritos estão dados e não estamos deixando de conceder auxílios aos servidores”, considerou San Pedro. 

            Na próxima semana, o assunto deverá ser tratado na Comissão de Serviços Municipais.


Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados