Religiosidade e cultura afro foi destaque

por Luana Lobato Raddatz publicado 21/11/2018 13h45, última modificação 21/11/2018 13h44

         Na Semana Municipal da Cultura Afro-brasileira em Uruguaiana, instituída pela Lei nº 2.249/91, a Câmara Municipal realizou solenidade na noite do dia 20 de novembro de 2018. Na ocasião foram homenageadas quatro cidadãos que incentivam e promovem a cultura afro-brasileira, indicadas pela Afrobrás e da Aruanda.

              A sessão solene foi presidida pelo vereador Irani Fernandes, com vereadores Zulma Ancinello e Carmelo Madeira. Estiveram presentes o prefeito, Ronnie Mello; Delegado Regional da Afrobrás e da Aruanda, Jorge Aurélio Quirino; da Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial, Elza Kurtz; do Fórum Permanente de Promoção da Igualdade Racial, Stael Soraya Rosa e do 1º Batalhão de Policiamento de Área de Fronteira, Major André Chaves Moura.

            Durante o evento, receberam certificado em reconhecimento aos serviços prestados as seguintes personalidades:

Antônio Carlos Duarte

Deise Castanho Caravagio.

Julia Fernandes do Santos

Luciano Mendes Guimarães

Valmir Ferreira Martins.

                 No pronunciamento sobre a data, Stael declarou a importância do momento para valorização da história e da cultura afro-brasileira. “Nossos homenageados, representam todos que têm buscado através do culto da nossa religiosidade, resgatar, manter, divulgar, preservar, a história da nossa cultura, da nossa religiosidade. História essa que muito tem se perdido, e cujo os valores são de extrema necessidade e todos nós conhecemos”, afirmou.

                 Em nome do Poder Legislativo, o vereador Irani falou sobre as lutas e as conquistas dos negros, também sobre o necessário conhecimento real da história. “A consciência está relacionada com a memória. Se não cuidarmos e alimentarmos, a memória se apaga através do tempo. Então, ações educativas e culturais que lembram os seres humanos de não cometeram holocaustos e barbáries que nós cometemos no passado, são fundamentais”, relacionou à realização anual da atividade na Câmara Municipal.