Regulamentação de atendimento a deficientes visuais é estudada

por Luana Lobato Raddatz publicado 13/08/2018 10h18, última modificação 13/08/2018 10h18
Projeto de Lei que dispõe sobre a obrigatoriedade da emissão de senha em braille, e chamada de voz, para atendimento de deficientes visuais em Uruguaiana tramita nas Comissões Técnicas da Câmara Municipal.

       A matéria de autoria da vereadora Zulma Ancinello (PRB) impõe a medida a empresas e órgãos públicos, com fiscalização da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

      Conforme a proponente, diversos deficientes visuais relatam as dificuldades para serem atendidos devido a chamada ser realizada através de senhas comuns ou em monitores. “É preciso pedir auxílio a terceiros, causando constrangimentos diversos. Precisamos pensar na autonomia e garantia de direitos de todos os cidadãos”, afirmou Zulma.

         O Projeto de Lei ainda refere-se à advertência ou multa em caso de descumprimento do dispositivo.