Esclarecimentos sobre substituições de postes são tratados

         Nesta segunda-feira, dia 21 de maio de 2018, os vereadores membros da Comissão de Serviços Municipais reuniram-se para tratar de assunto relacionado a RGE Sul, concessionária distribuidora de energia elétrica em Uruguaiana.

         Participaram da reunião os representantes da Empresa RGE Sul, o Consultor de Negócios, Cristiano Pires, o Supervisor de Operações, Ricardo Piccini e o Técnico de Operação, Leôncio Tunes.

           Inicialmente, foi questionada pelos Vereadores a questão da mudança dos postes que recebem a energia nas residências, sendo cobrados tamanho mínimo de 7,5 metros, o que ocasionou desconforto e indignação de moradores que não têm condições de adquirir o novo poste padrão, por custar em média R$ 1.100,00 (um mil e cem reais).

          O Consultor de negócios esclareceu que a adequação é resultado de um padrão técnico de entrada de energia, que iniciou em outubro de 2017, com uma campanha de divulgação nos jornais, rádios, reuniões com PROCON, AGERGS, engenheiros, eletricistas, técnicos da área, e comerciantes. Também foi divulgado através de folders nas contas de energia elétrica.

            Disse que o tempo de divulgação durou 6 meses, e que a partir de 1º de abril de 2018, já é obrigatório a aplicação do poste de 7,5 metros em toda e qualquer ligação nova de energia, inclusive em casos de substituição do poste. Salientou que em 2017 a empresa distribuiu postes, geladeiras e lâmpadas para clientes considerados de baixa renda, com mais de 8.000 (oito mil) clientes beneficiados, fruto de um Projeto de Eficiência Energética, implantado pela empresa. Informou também que a adequação está sendo feita em 128 municípios, onde a RGE Sul detém a concessão do serviço de fornecimento de energia.

                Em outro momento, foi questionado sobre a substituição dos postes de madeira pelos de concreto, isso em via pública, onde na maioria dos casos são retiradas as luminárias, levando inclusive a demora de meses até sua recolocação.

             Novamente, Pires colocou que todas as luminárias retiradas nos casos de substituição dos postes, são enviadas para a Secretaria de Infra Estrutura Urbana e Rural, para readequação e adaptação da haste de fixação, e a mesma é responsável pela recolocação das luminárias.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados