Dia da Consciência Negra em destaque na tribuna

      O Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial (COMPIR) fez referência ao Dia da Consciência Negra no espaço da tribuna do dia 19 de novembro de 2019. Por proposição da vereadora Suzana Alves (PRB), a presidente do órgão, Marta Iris Camargo Messias, explanou sobre o cenário de desigualdade, o percurso histórico de lutas da população negra e os desafios que se colocam na sociedade.

      Entre os dados apresentados esteve a formação da população brasileira com 55% de negros e pardos, segundo o IBGE. Em 2017, pesquisa aponta a desigualdade na renda no país, sendo R$ 1570,00 de remuneração média para negros, R$ 1606,00 para pardos e R$ 2814,00 para brancos. Registrou-se que o maior número de desemprego é entre negros (14,6%) comparado aos brancos (11,9%) e pardos (13,8%).

       Na oportunidade também foi relatado o trabalho na Unipampa do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros que trata da promoção de diversidade e realização de ações afirmativas. O Neab realizará no dia 12 de dezembro o 1º Seminário de Formação para Educação das Relações Étnicas e Raciais, destinado a Secretaria Municipal de Educação.

          “Ter consciência e negra e comemorar o 20 de novembro, significa compreender que somos diferentes, pois temos mais melanina na pele e outras características físicas, mas que não significam inferioridade. Mesmo com a diversidade de raças e etnias presentes no país, a intolerância, o racismo, a xenofobia e a discriminação ainda predominam na sociedade”, afirmou Marta.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados