Alíquota para comércio local é problematizado em tribuna

por Luana Lobato Raddatz publicado 02/09/2019 10h55, última modificação 02/09/2019 10h55

       Na reunião desta quinta-feira, dia 29 de agosto de 2019, os problemas enfrentados pelo comércio local foram destaques no espaço da tribuna livre da Câmara Municipal de Uruguaiana. O Sindilojas esteve representado pelo presidente, Read Barakat e vice-presidente, Aerton Auzani que explanou sobre os desafios da classe por proposição do vereador Fernando Tarragó (PSD).

       Na oportunidade, foi manifestada a inquietude do comércio local que luta há seis anos pela unificação de valores das alíquotas das empresas inseridas no regime do Simples Nacional e as perdas pelo câmbio desfavorável.

       O prejuízo causado pelo imposto de fronteira aos pequenos negócios teve destaque. De acordo com Auzani, o tributo é aniquilador para a sustentabilidade do micro e pequeno empreendedor, considerando que deve ser pago antes da venda dos produtos e assim diminuindo o capital de giro e potencial de competitividade.

        Durante a explanação, foi solicitado apoio e empenho dos vereadores para efetivar ação para avançar na questão. A proposta do Sindicato é trocar a diferença de alíquota e tributar em apenas 1% as microempresas atualmente isentas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). “Estudos sobre essa modificação foram realizados e é garantido o impacto positivo para comerciantes e estado”, salienta Auzani.