UNIPAMPA expõe atividades em Uruguaiana

         O espaço da tribuna livre desta terça-feira, dia 15 de maio de 2018, foi utilizado para apresentação das atividades da Universidade Federal do Pampa (Campus Uruguaiana). O diretor da instituição, Marcus Querol, explanou sobre as ações em prol do município e região, os projetos em desenvolvimento e a preocupação social da universidade.

        Após 12 anos de implantação, a UNIPAMPA em Uruguaiana tem oito cursos de graduação, cinco cursos de mestrado, três de doutorado, além da residência integrada e especializações. Entre os 10 campi da universidade, o campus Uruguaiana é o maior com cerca de 2 mil alunos, 271 professores e 114 técnico-administrativos.

         “Demonstramos excelência no que temos a ofertar nas áreas de saúde, ciências agrárias e multiprofissional, sempre em parceria com o município”,afirmou Querol. Também teve destaque a atuação dos cursos nas unidades básicas de saúde, Hospital Santa Casa de Caridade e escolas de Uruguaiana.

 Projeto dissemina informações sobre plantas repelentes

         Na oportunidade, foi apresentado o projeto da UNIPAMPA que cultiva horto com produção de plantas repelentes. A professora de medicina veterinária, Claudete Funguetto, utilizou a tribuna livre para frisar a importância da medida para saúde pública.

          O projeto foi motivado pela decorrência dos surtos de leishmaniose, provocados por mosquito. Entre as espécies repelentes estão capim cidreira, arruda e alfazema, prevenindo a dengue, zica, febre amarela e outras. O projeto ainda prevê ciclo de palestras, popularização das plantas e conhecimento sobre zoonoses.

           “O último mapeamento indicou a presença de 40 mil cães de rua em Uruguaiana”, contextualizou a professora ao falar da importância do projeto que previne a disseminação do inseto transmissor da leishmaniose.


Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.