Dificuldades de acesso de pessoas com deficiência são expostas na Câmara

        O espaço da tribuna livre desta quinta-feira, dia 22 de junho, foi utilizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMPEDE). A presidente da instituição, Gládis Maria Dal Prá Nunes, explanou sobre a realidade das pessoas com deficiência em Uruguaiana e entregou aos parlamentares documento com a relação de demandas para atender os direitos dos PCDs.

       “Infelizmente, poucas coisas avançaram em termos de garantia dos direitos das pessoas com deficiência”, declarou Gládis. Entre o apresentado, esteve a falta de acessibilidade em locais públicos, nesse sentido foi elencada necessidade de melhoria na infraestrutura da Casa Legislativa, como sinalização em braile, piso tátil, rampa de acesso em todos os gabinetes e banheiros acessíveis.

       Também foram destacadas carência de profissionais no município para atendimento multidisciplinar na rede de ensino, apoio psicológico para famílias e oportunidades para qualificação e ingresso das pessoas com deficiência no mercado de trabalho. “Agradecemos a Câmara Municipal que sempre foi acolhedora conosco e solicitamos medidas para atender nossas demandas, também auxílio na fiscalização do cumprimento dos nossos direitos”, considerou Gladis.

       O presidente da Câmara Municipal, vereador Fernando Tarragó (PSD), destacou a importância do assunto e das ações voltadas a conquista dos direitos das PCDs e garantiu que as providências indicadas para a Casa Legislativa serão trabalhadas.

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.