Comdimu apresenta objetivos e plano de ações

         O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher utilizou a tribuna livre desta terça-feira, dia 9 de outubro de 2018. Por requerimento do vereador Rafael Alves (MDB) foram explanadas as fontes balizadoras do trabalho, as ações propostas e a importância do desenvolvimento de políticas públicas de valorização da mulher e de combate às violências física, psicológica, sexual, patrimonial econômica e moral.

        O espaço foi utilizado pela presidente de Conselho, Mônica Medeiros, que tomou posse com os demais membros no dia 17 de agosto de 2018. O Comdimu é um órgão colegiado de caráter deliberativo, consultivo, formulador e fiscalizador das políticas públicas voltadas para as mulheres.

         Entre os destaques na explanação estiveram os números da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher em Uruguaiana. De junho de 2017 a maio de 2018 foram registrados 389 casos de ameaça, 298 de lesão corporal, 12 de estupro, 5 de feminicídio tentado e 2 de feminicídio consumado. Ainda 719 pessoas indiciadas, 1291 ocorrências registradas e 792 medidas protetivas solicitadas.

            “A cada 15 segundos uma mulher é espancada no Brasil. Ninguém está livre de fazer parte de uma história triste ou entrar para as estatísticas, visto que hoje, a violência pode ocorrer com você, na casa do vizinho, com a mulher, a filha, a irmã, a mãe do outro”, afirmou Mônica.

 

Na ocasião foram apresentados o plano de ação, os recursos disponíveis e as atividades realizadas, todos voltados à promoção do diálogo com a sociedade e à construção de projetos para mulheres da cidade, do campo e das águas.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.